Follow Me

Close
"This is how it always ends. With death. But first there was life. Hidden beneath the blah, blah, blah. It's all settled beneath the chitter chatter and the noise. Silence and sentiment. Emotion and fear. The haggard, inconstant flashes of beauty. And then the wretched squalor and miserable humanity. All buried under the cover of the embarrassment of being in the world, blah, blah, blah... Beyond there is what lies beyond."
Continue Reading
"A Girl is a Gun." Ora bem. Eis que em pleno ano de 2017, nos achamos os/as maiores, os/as mais modernos/as, os/as mais giros/as, os/as mais inteligentes, os/as mais tudo certo, os/as mais blá blá blá. Nós no epicentro de tudo, como bons egoístas que somos. Chega a ser triste ver a falta de respeito e consideração pelo próximo.
Continue Reading
A vida tem disto... tira-nos umas coisas e dá-nos outras. Sabendo que nestas coisas do amor, nada se substitui ou esquece, porque os sentimentos não são como acessórios (ou não deveriam ser), que se usam e desusam consoante o que nos apetece hoje ou amanha, há que guardar com amor, aquilo que com amor merece ser guardado e estimado.
Continue Reading
Conforto é a palavra de ordem. Sempre, e em tudo. Se há coisa que detesto é não me sentir confortável, seja porque tenho uns sapatos que me apertam os meus queridos pézinhos, um elástico das meias que está apertado demais, uma gola de uma camisola incómoda, um casaco que não me dá total liberdade de movimentos, ou pior que qualquer outra coisa: roupa interior que chateia...
Continue Reading