Follow Me

Close
A vida tem disto... tira-nos umas coisas e dá-nos outras. Sabendo que nestas coisas do amor, nada se substitui ou esquece, porque os sentimentos não são como acessórios (ou não deveriam ser), que se usam e desusam consoante o que nos apetece hoje ou amanha, há que guardar com amor, aquilo que com amor merece ser guardado e estimado.
Continue Reading
Conforto é a palavra de ordem. Sempre, e em tudo. Se há coisa que detesto é não me sentir confortável, seja porque tenho uns sapatos que me apertam os meus queridos pézinhos, um elástico das meias que está apertado demais, uma gola de uma camisola incómoda, um casaco que não me dá total liberdade de movimentos, ou pior que qualquer outra coisa: roupa interior que chateia...
Continue Reading
Hey, Hey! Sexta-feira do demónio, cheia de chuva e um frio que não se aguenta. Nem aguentamos nós, nem aguentam os bichos, porque á medida que escrevo este post, assisto em directo a um duelo pelo aquecedor, cortesia da bicharada cá de casa.
Continue Reading